Como identificar quando uma Seguradora quer te passar a perna?

O que é depreciação do veículo?
16 de julho de 2020
Quais características identificar em uma Seguradora de confiança
31 de julho de 2020

Como identificar quando uma Seguradora quer te passar a perna?

seguradora-passa-a-perna

Uma das tarefas mais difíceis para um proprietário de automóvel, principalmente quando tratam-se de novos compradores, é definir como e onde, serão realizadas as manutenções, compras de peças e emergências referentes colisões e sinistros, com um foco e análise maior para questões de pagamentos e serviços que serão benéficos, de acordo com o investimento e resultados. 

Conhecer uma oficina de confiança, que realize manutenções, serviços, garantias e notas fiscais, é uma questão que possui muito peso para proprietários de carros, pois serão responsáveis por um item de necessidade como um veículo, que além da função de transportar, proporcionar liberdade e autonomia, também carrega a segurança diária. 

Mas, o grande problema não está apenas em decidir a oficina, mas sim pesar as despesas e emergências que virão, é importante saber o que será adaptável, acessível, e benéfico para a necessidade de cada proprietário e automóvel. 

Devido a isso, muitos possuintes de veículos, principalmente quando são de alto investimento, que correm constantes riscos e “perigos” na rotina de uso do mesmo (veículos que são de extrema necessidade para trabalho e transporte por exemplo), por questões de estarem preparados e seguros para emergências, ou mesmo por livre escolha, há um investimento mensal, ou anual, em seguradoras. 

A seguradora é um serviço disponibilizado no mercado automobilístico, que tem como maior funcionalidade, assumir os riscos, situações futuras e indenizar o segurado por qualquer tipo de prejuízo de acordo com o que estava previsto na apólice. 

Mas, para ser um investimento seguro, benéfico e legalizado, é importante realizar além de pesquisas e análises, se atentar nos aspectos que indicam que a seguradora é ilegal e realiza golpes. 

Quais as funções ao contratar uma seguradora? 

Uma seguradora baseia suas atividades e serviços, de acordo com o contrato assumido entre a mesma e o cliente. Neste contrato, também denominado apólice, são formalizados os serviços que virão a estar inclusos para determinadas situações que envolvem o veículo. 

Para que sejam decididos e assumidos os serviços, é realizada uma reunião e posteriormente uma análise, para entender o cliente, o modelo e necessidades particulares do automóvel, as situações que podem estar no risco do proprietário, o que será possível em investimento financeiro do cliente e obviamente, o que for de decisão do mesmo. 

Dentre os serviços, são disponibilizados em sua maioria, pacotes, que diferem-se nas atuações e proteções que serão realizadas pela seguradora, sendo que os principais pacotes presentes nas mais famosas seguradoras são: 

  • Acidente de Passageiros;
  • Seguro de Patrimônio;
  • Terceiros;
  • Seguro;
  • Compreensivo. 

Entretanto, estes pacotes e serviços podem sempre haver divergências de acordo com a região, necessidades, riscos da localização, modelo do automóvel, entre outros fatores. 

Para isso, como já foi dito anteriormente, é importante estabelecer suas necessidades, a sua aquisição a ser investida na seguradora, e obter opções no mercado serviços, evitando golpes e ilegalidades, mas, como identificar uma seguradora que quer te passar a perna? 

Como identificar uma seguradora que quer te passar a perna? 

Normalmente, os golpes e fraudes realizadas em seguradoras possuem um padrão de “funcionamento”, ou seja, aplicam-se de maneira semelhante, possuem seu modus operandi no mesmo segmento. 

Mas, para pessoas inexperientes, desinformadas ou “inocentes” às vezes essas mentiras e golpes passam despercebidas, até a grande fatalidade vir à acontecer. Entretanto, detectar uma cilada e entender que poderá ser uma seguradora com fraudes, é mais fácil do que aparenta ser. 

Para que uma seguradora seja legal, de confiança e principalmente que irá realizar os serviços pelos quais os consumidores pagam e assinam na apólice, as mesmas devem seguir algumas orientações e legalidades com a justiça e com os direitos dos consumidores, nos quais podem ser requisitados por qualquer cliente. 

Primeiramente, é importante que o cliente que pretende procurar por um serviço de seguradora, conheça seu próprio perfil, suas necessidades, sua possibilidade de investimento financeiro, e planeje situações nas quais possam necessitar do acionamento do seguro. 

Com as informações pré-estabelecidas e preparadas, mesmo que o seguro realize a avaliação própria da empresa em seu perfil, as informações e necessidades ainda serão decididas e requisitadas pelo cliente. 

Posteriormente, o momento de evitar golpes e situações indesejáveis no futuro, inicia-se já na pesquisa e análise das empresas e seguradoras nos quais o cliente pretende realizar uma avaliação. 

Sempre realize a pesquisa por referência de conhecidos, fale com amigos ou família que possuam automóveis assegurados e principalmente que já obtiveram o serviço realizado. Mas, em algumas situações pode-se haver uma inexperiência e ausência de referências, então é o momento de realizar a pesquisa através da internet. 

Em ambiente virtual, faça uma pesquisa de seguradoras da sua região, busque por informações referentes a resultados, referências, opiniões de clientes e ranking que as mesmas possuem no mercado. 

Definindo as seguradoras nos quais serão realizadas as avaliações e pesquisa de serviço, marque uma “consulta”. Essa “consulta” será o momento de requisitar todas as informações necessárias para entender se a seguradora está legal com suas obrigações e direitos do consumidor. 

Solicite documentações, aprovações de instituições como Superintendência de Seguro Privados (SUSEP) que regulamentam o setor, e posteriormente, solicite todas as informações necessárias para estimular a confiança. Lembre-se que uma empresa que não é transparente perante seus clientes, não é uma empresa de confiança. 

Como um dos passos mais importantes para identificar uma seguradora que quer te passar a perna, é ler atentamente a apólice ou contrato, que será estabelecido, assinado, documentado e principalmente pago. 

Verifique as informações e coberturas que estão sendo oferecidas pelo valor X a ser pago,atente-se a questões que devem ser asseguradas, pois, é essencial assegurar apenas situações que possam de fato acontecer em um futuro próximo, ou mesmo que situações que virão a ser emergenciais. 

É muito comum que seguradoras que aplicam golpes, os indiquem de forma “indireta” na apólice, por exemplo: o cliente acha que paga por uma categoria de serviço, e quando o solicita em uma emergência, é negado pois não está “incluso” no seguro, devido à isso, é muito importante ler, pesquisar e solicitar atendimento para todas as situações e negociações estabelecidas na apólice, antes de fechar contrato. 

Direitos do Consumidor 

Caso ainda sim um golpe ou fraude seja aplicado, é importante para o cliente reconhecer que está no seu direito e que a lei protege o consumidor. Para solicitar os direitos do consumidor, é essencial que o cliente esteja em dia com suas documentações, pagamentos e legalidades, para então, solicitar a lei. 

Inicialmente, há uma tentativa de resolução com o Procon, que no qual irá tratar uma negociação com a empresa no qual houve o problema e desentendimento. Em uma situação que o Procon não resolveu, é indicado procurar um advogado e solicitar um processo baseado nos direitos do consumidor. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *