10 dicas rápidas de como escolher uma oficina de funilaria e pintura para cuidar do seu carro

Você sabe o que é o Seguro de Automóveis?
17 de abril de 2019

10 dicas rápidas de como escolher uma oficina de funilaria e pintura para cuidar do seu carro

1 – Desconfie dos valores:
O barato pode sair caro. Preços muito abaixo da tabela pode ser sinônimo de picaretagem, como a utilização de verniz sem qualidade e pintura desbotada. Vale a pena pagar o preço justo pelo serviço de profissional qualificado em uma oficina de funilaria e pintura de confiança.
2 – Profissional capacitado:
Tanto para ser funileiro quando para ser pintor automotivo é preciso qualificação. Há cursos específicos para ambos os serviços. Nem todo “faz tudo” garante excelência em todos os serviços.
3 – Funilaria ou martelinho de ouro:
O martelinho de ouro é um serviço mais barato, mas não conserta qualquer dano. Se a parte amassada da lataria, perdeu a tinta, escolha a oficina que possui pintor automotivo e serviços de funilaria.
4 – Trocar peças:
A manutenção das peças pode provocar mudanças na resistência da chapa. Se a oficina indicar a troca de peças, ou você optar por esse procedimento, fique atento com essa oficina de funilaria e pintura. Solicite ver a peça velha, para ter a certeza que a substituição foi feita.
5 – Peça de desmanche:
Se optou por trocar peças, usar as recondicionadas é uma opção mais econômica e sustentável. Mas assegure-se da procedência, e não alimente o mercado ilegal.
6 – Cabine de pintura adequada:
Se for necessário serviço de pintura de carro e micropintura, certifique-se que a oficina de funilaria e pintura tenha um local equipado para tal. O espaço precisa estar isento de poeira e equipado de ferramentas de polimento com aspirador acoplado. A limpeza é fundamental nesse processo. Outro ponto é a utilização de papel especial para cobrir o veículo, pois jornais podem manchar a lataria.

7 – Colorista:
Não é exagero. A oficina de funilaria e pintura precisa ter um profissional especializado em preparar a tinta. Na ausência de um colorista, você pode ir para a casa com um carro de duas tonalidades. A tinta nova geralmente apresenta tonalidades mais fortes e precisa ser ajustada para igualar à cor do carro.

8 – Secagem da pintura:
O ideal é que a oficina de funilaria e pintura seja equipada com estufas de secagem. Elas controlam a temperatura e otimizam o tempo desse processo. Sem as estufas, pode ser necessário polir o carro depois de 2 meses de serviço, isso porque a peça pode ficar opaca por conta da caloria do motor. É fácil de resolver, mas é um tempo que se perde.
9 – Sustentabilidade:
Colabore com o meio ambiente e verifique se a oficina faz o mesmo. De acordo com a legislação os resíduos devem ser coletados e encaminhados para a correta destinação. O tratamento da água e a utilização de água de reuso também caracteriza uma oficina sustentável.
10 – Boca a boca:
O famoso boca a boca dificilmente falha. Aproveite as indicações de amigos e conhecidos sobre os serviços de qualidade das oficinas de funilaria e pintura. Os bons profissionais são reconhecidos no mercado e fazem a boa fama das oficinas experientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *