Garantia do reparo de veículo segurado. Quem é o responsável: a seguradora ou a oficina?

Saiba a diferença entre peças originais e genéricas!
3 de julho de 2019
O uso de peças originais é obrigatório no reparo de veículos segurados?
23 de julho de 2019

Garantia do reparo de veículo segurado. Quem é o responsável: a seguradora ou a oficina?

garantia de reparo de veículos

A garantia do reparo do veículo segurado, por muitas vezes acaba passando despercebido em vários casos, de forma que o consumidor não se atente e não saiba quais as orientações seguir acerca do assunto.

Deste modo, quando há um sinistro e o mesmo requer um reparo, quem será o responsável por assumir a garantia de qualidade do serviço realizado: a seguradora ou a oficina? E se a oficina for de livre escolha?

Se você está em busca de orientações para sanar esta dúvida, é só continuar a leitura deste post para mais informações.

 

O que diz a apólice de seguro?

É importante ressaltar que cada seguradora possui o seu método e clausulas para confeccionar as apólices de seguro de seus clientes, sendo assim, os contratos irão variar de acordo com cada seguradora.

Sabendo disto, mesmo que haja diferença entre as seguradoras, é importante frisar que algumas questões são comuns a todas as companhias, tais como:

= Quando se trata de oficinas sugeridas pelas seguradoras, as ditas referenciadas, a qualidade do serviço de reparo do veículo é garantida pela seguradora juntamente com a oficina que realizou o reparo.

= Agora, quando está em pauta as oficinas de livre-escolha do segurado, pode ser que está deva fornecer um documento assumindo a garantia da qualidade do serviço, sendo este exigido pela seguradora, que por sua vez não possui uma relação com as oficinas de livre-escolha.

 

Sabendo disto, há algumas recomendações para quando o veículo apresentar algum problema após o veículo ser reparado, são elas:

 

Em caso de oficina referenciada: Se o veículo do segurado apresentar algum defeito após a realização do seu reparo, o mesmo deverá contatar o seu corretor, a fim do mesmo reabrir o processo de sinistro do veículo, para que seja feita uma vistoria de qualidade.

A finalidade desta vistoria é comprovar que o defeito apresentado, foi ocasionado pela oficina, isto é, alguma falha no reparo ou uma danificação não intencional, para que assim, o reparo seja finalizado.

 

Em caso de oficina de livre-escolha: Por se tratar de uma oficina que não apresenta um vínculo com a seguradora, o procedimento a seguir é o segurador ir até a oficina e apresentar o defeito que notou.

Sendo assim, a seguradora dificilmente irá reabrir o sinistro para que seja feita uma vistoria de qualidade e assim, cubra os gastos do segundo reparo.

 

Desta forma, é fundamental que o consumidor saiba as condições que o veículo se encontrava antes do reparo e como ele deve se apresentar posteriormente, para que não haja nenhum problema em nenhum dos casos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *