Confira o Ranking das Seguradoras!
7 de agosto de 2019
Cuidado consumidor: você tem o direito de exigir nota fiscal!
28 de agosto de 2019

Bateu o carro: como proceder?

É natural que aconteça acidentes de trânsito, afinal, há inúmeros fatores que podem contribuir para que algo extraordinário aconteça. O que se pode fazer para diminuir estes incidentes, é redobrar os cuidados e a atenção dos motoristas.

Porém, quando acontece um acidente, como proceder?

 

1 – Mantenha a calma

Primeiramente é necessário que as partes envolvidas mantenham calma. O corpo vai estar repleto de adrenalina o que poderá elevar os ânimos num momento em que apenas a conversa poderá resolver.

Neste momento delicado, deixe as diferenças de lado; não se descontrole ou ofenda os envolvidos no acidente.

Busque resolver os problemas de maneira pacifica e na base da conversa. Tudo irá se resolver.

 

2 – Retire o veículo da via

Caso não haja feridos no acidente, o recomendado é que os veículos sejam retirados da via, para não congestionar o trânsito.

Se os mesmos tiverem condições de se moverem, porém permanecem obstruindo a passagem dos demais motoristas, o CTB poderá aplicar uma multa de R$130,41 e 4 pontos na carteira.

Agora, se o acidente danificar os veículos a ponto de não conseguirem se locomover, é necessário sinalizar o acidente, ou seja, ligar o alerta e colocar o triângulo a pelo menos 30 metros de distância.

OBS: É de suma importância que independente das condições do acidente, o mesmo esteja sinalizado para os outros motoristas. O não cumprimento da sinalização, poderá receber uma punição.

Portanto, em todos os casos – estando os veículos obstruindo a passagem ou não – é necessário sinalizar o acidente.

 

3 – Em caso de feridos

Se o acidente resultar em feridos, é necessário que o socorro médico seja acionado imediatamente e que a pessoa ferida não seja removida nem movimentada.

Juntamente com o socorro, a Polícia também deverá ser acionada para fazer o registro da ocorrência e realizar uma perícia no local.

A omissão de socorro é considerada uma infração de trânsito gravíssima, sujeita a multa e suspensão da CNH.

 

4 – Faça o B.O

O registro do Boletim de Ocorrência não é obrigatório, porém é interessante que seja feito, uma vez que o mesmo irá garantir os seus direitos e também poderá ser solicitado pelas seguradoras para efetivar o pagamento da indenização.

 

5 – Acione o seguro

Antes de acionar o seguro, é necessário passar por algumas etapas, como solicitar socorro médico, realizar o boletim e principalmente, conversar para entender o que aconteceu.

Assim que esclarecem o que houve, é momento de acionar a seguradora. Saiba que o boletim não é obrigatório quando não há vítimas.

Entre em contato com a seguradora e conte o que aconteceu. Para garantir a qualidade do serviço e também ter provas do acidente, é interessante tirar fotos dos veículos danificados e do local. Se possível, entrar em contato com uma testemunha para validar o que aconteceu.

 

E lembre-se, por mais que tenha acontecido o acidente, que uma das partes errou, você ainda possui o direito de escolher em qual oficina deseja realizar o conserto do seu veículo, podendo ser referenciada ou não. O mesmo se aplica ao terceiro envolvido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *