Quais os canais eu posso denunciar caso minha Seguradora ou Oficina tente ferir meus direitos?

Saiba quais passos tomar antes de contratar um Seguro Auto
21 de janeiro de 2020
Até que ponto do conserto a Seguradora deve cobrir?
5 de fevereiro de 2020

Quais os canais eu posso denunciar caso minha Seguradora ou Oficina tente ferir meus direitos?

Quais os canais eu posso denunciar caso minha Seguradora ou Oficina tente ferir meus direitos?

 

A grande maioria dos brasileiros sonham em possuir seu próprio automóvel, desfrutar dos seus benefícios, aproveitar a liberdade de ir e vir e ainda sim manter-se seguro e protegido.

Mesmo que você esteja seguindo a lei e todos os seus regulamentos estejam sendo respeitados, você ainda está inserido em um ambiente no qual muitos indivíduos também estão e que pode correr o risco da imprudência dos mesmos.

Então, para que seu automóvel, sua segurança e principalmente seu investimento seja protegido, é importante para os motoristas obterem um Seguro.

 

Para que serve uma Seguradora?

A Seguradora é uma empresa de caráter profissional para serem contratadas por donos de automóveis, os motoristas, a fim de proteger seus bens em casos de roubos, sinistros, e acidentes no geral.

A Seguradora irá analisar o acontecimento, assumir os riscos e indenizar o contratante de seus serviços, ou arcar com todas as despesas de seu concerto em uma oficina.

Para que haja essas funcionalidades vindas da Seguradora, é importante estabelecer suas necessidades no contrato e firmar um pagamento, de acordo com as regras da própria Seguradora.

Com o pagamento em ordem e as margens de ações da Seguradora estabelecidas, seu automóvel terá um auxílio garantido, além de seu patrimônio ser cuidado.

 

A atuação de uma Seguradora perante a Oficina

            Para determinar a atuação de uma Seguradora, ou seja, o que a mesma cobre para a asseguração do seu automóvel, primeiramente será determinado pela mesma durante a contratação, serão apresentados as opções e orçamentos e a partir daí o consumidor escolherá o que é mais compatível com as suas necessidades e condições de pagamento.

A questão da Oficina também é uma escolha do próprio consumidor. As opções e principalmente o preço podem variar de uma para a outra, mas, os direitos do consumidor a serem respeitados devem ser garantidos por qualquer estabelecimento que fornece serviços aos mesmos, por isso, é importante sempre estar atento a legislação.

É muito importante no momento da decisão de uma Seguradora para seu automóvel, que o consumidor se baseie em informações relevantes e credibilidade em relação a empresa.

Fazer uma pesquisa sobre clientes, sobre a atuação, críticas de outros consumidores, e tudo que está relacionado a empresa antes de qualquer contrato. Seja cuidadoso e paciente em escolher a melhor alternativa para investir seu dinheiro e proteger seu patrimônio material.

Mas, isso nem sempre garante a proteção dos direitos do consumidor em relação à uma Seguradora.

Existem muitos casos na atualidade de empresas que aproveitam a falta de propagação das informações referentes aos direitos do consumidor que são garantidos e protegidos pela lei, e agem de má fé com os clientes, seja negando assistência, atendimento, ou inibindo informações.

Por isso, é importante que você esteja ciente de tudo em que a lei age ao lado dos consumidores e saiba utilizar essas informações para segurança própria e proteção do seu investimento.

É importante também conhecer os veículos que estão dispostos a auxiliar consumidores em caso de direitos violados por Seguradoras, Oficinas, e empresas que fornecem serviços em seu geral.

 

A Seguradora ou Oficina feriu meus direitos, o que fazer?

Primeiramente, esteja ciente do Código de Defesa do Consumidor. O Código de Defesa do Consumidor tende a ser um ordenamento jurídico brasileiro que consiste em um conjunto de normas que visam a proteção dos Direitos do Consumidor, sendo as responsabilidades do fornecedor em relação ao consumidor quando o mesmo encontra-se correto com as suas responsabilidades (ou seja, pagamento), segundo o artigo 757 do Código Civil, os direitos devem ser garantidos mediante ao pagamento correto do cliente.

Primeiramente tenha uma conversa franca com o gerente ou proprietário sobre o acontecimento, informe os fatos e apresente informações relevantes principalmente retiradas do Código do consumidor, e caso não seja suficiente, passe para o próximo passo.

Caso uma conversa com a própria empresa não seja suficiente, é o momento de acionar canais de proteção aos direitos do consumidor.

O primeiro a ser acionado deve ser o Procon (151), com os documentos corretos, deve ser relatado o problema e apresentado o caso e a partir daí, um funcionário do serviço irá tentar elaborar um acordo com a empresa e o consumidor, a fim de chegar a uma conclusão benéfica e correta para ambos.

Se elaborar um acordo com o apoio e fiscalização do Procon não ser suficiente, e ainda sim a empresa bater o pé diante da sua decisão, a Justiça deve ser acionada.

Com a contratação de um advogado, ou uma reivindicação de um pela Defensoria Pública (em caso de o consumidor ter até 40 salários mínimos). Com toda a documentação, testemunhas reunidas e advogado, entre com um pedido contra a Seguradora e passe pelo processo para lutar pelos seus direitos.

Para evitar a burocracia, constrangimento e tempo que irá levar, esteja sempre ciente dos seus direitos e mostre que conhece e que possui todas as informações referentes aos Direitos dos Consumidores, demonstre segurança e seja cuidadoso antes de cair em uma cilada.

3 Comentários

  1. Rose Marta Gonçalves Lopes disse:

    A seguradora não quer me indenizar por sequelas permanentes na coluna vertebral
    Fiz vários contratos em todos tinha cobertura JUSTAMENTE nesse acidente eles dizem que não tenho cobertura? Sendo que era SEMPRE RENOVAÇÃO???
    PORTO SEGURO

  2. Rose Marta Gonçalves Lopes disse:

    A seguradora não quer me indenizar por sequelas permanentes na coluna vertebral
    Fiz vários contratos em todos tinha cobertura JUSTAMENTE nesse acidente eles dizem que não tenho cobertura? Sendo que era SEMPRE RENOVAÇÃO???
    PORTO SEGURO
    Necessito de ajuda

  3. Rose Marta Gonçalves Lopes disse:

    Senote fiz seguro de automóveis com cobertura total MENOS o carro reserva e ainda entafizo TUDO O QYE FIR CONSEQUÊNCIA DE UM ACIDENTE.
    O rapaz não colocou cobertura total e a terceira pessoa ganhou danos morais, quase 20 mil.
    Não posso pagar e minha vida virou i. Inferno
    É uma mulher que nunca trabalhou integrante do MST
    melhor eu tirar minha própria vida
    Porto Seguro
    Um outro agente disse que paguei muito caro para aquelas coberturas mas eu disse que pedi TOTAL
    Não puseram ram mas mais paguei por isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *