Saiba como agir em um sinistro em que o motorista é recém habilitado

Até que ponto do conserto a Seguradora deve cobrir?
5 de fevereiro de 2020
Evite o “jeitinho brasileiro” no reparo do seu automóvel
18 de fevereiro de 2020

Saiba como agir em um sinistro em que o motorista é recém habilitado

Saiba como agir em um sinistro em que o motorista é recém habilitado

Qualquer motorista, seja ele experiente ou recém habilitado, todos procuram uma segurança, liberdade e proteção no momento de desfrutar das experiências e vivências que um automóvel possui durante a sua utilização. Por isso, é muito importante a contratação de uma Seguradora, que irá ser responsável por garantir uma proteção e auxílio em momentos de emergência que envolvem prejuízos em relação ao seu automóvel.

É evidente que existem muitas Seguradoras no mercado e que há várias categorias de serviços a serem cobertos para serem escolhidos no momento da contratação, por isso é importante tomar um tempo durante a escolha e determinação do Seguro escolhido. Seja paciente e faça uma pesquisa no mercado antes de determinar, pois o preço pode ser variado e os tipos de proteção também.

O preço e os tipos de atendimentos são baseados em: perfil do contratante (faixa etária, gênero, tempo de habilitação, CNH), modelo do carro, localização, peças, e demais informações determinadas por cada Seguradora. Por isso, lembre-se que o preço pode ser variado por todas essas questões, vai de cada Seguradora.

 

Seguros de motoristas recém habilitados

Como foi dito anteriormente, o tempo de habilitação, a experiência pode variar o preço que o Seguro irá estipular para oferecer o serviço, mas, apenas o preço. Para cobrir os serviços estabelecidos pelo Seguro, é indiferente se o mesmo possui CNH provisória ou definitiva, todos os sinistros, acidentes e batidas causadas involuntariamente devem ser protegidas pelo Seguro. Apenas é obrigatório portar a CNH (provisória ou definitiva) e CRLV do veículo, além de estar em dia com o pagamento do Seguro e respeitar as regras de trânsito.

 

Perfil de risco

Algumas Seguradoras denominam que recém habilitados são perfis de risco para a contratação e podem ser prejudiciais para os demais motoristas, e mais propensos a causar acidentes e batidas, mas isso é considerado um mito. Afinal, qualquer pessoa tende a estar propenso a sofrer um acidente involuntário, mas, de acordo com a experiência no automóvel, pode ser um risco maior segundo as Seguradoras.

 

O que é um Sinistro?

Sinistro é um termo no mercado de Seguros para se tratar de um acidente, dano ou prejuízo material de um bem assegurado por uma empresa de Seguros. Podendo ser perda parcial (menos de 75% do valor inteiro do automóvel) ou perda total (maior que 75% do valor inteiro do automóvel). Sendo um prejuízo material através de um acidente involuntário, e o mais importante, que esteja inserido na apólice de Seguro.

 

Como agir em um sinistro quando você é motorista recém habilitado?

Quando trata-se de você ser o motorista recém habilitado, lembre-se de ser o que está inserido em nome no Seguro, e de garantir que seu automóvel está corretamente inserido no contrato, após isso, entre em contato com o Seguro no qual você faz parte. Se você possuir numa CNH provisória, certifique- se que está com todas as documentações e principalmente documentos do automóvel, aguarde a análise feita pela Seguradora. As necessidades dessa colisão devem estar estabelecidas no contrato do Seguro, e por fim, siga com os passos indicados pela sua Seguradora.

 

Colisões voluntárias

Mas lembre-se, se você causar um acidente voluntário ainda estando incluído em uma CNH provisória, pode ser que o seu Seguro não esteja incluso em colisões causadas voluntariamente e ainda há grandes chances de ter a perda da carteira, necessitando todo o processo de obtenção da carteira novamente.

 

Como agir quando o terceiro na batida é o recém habilitado?

Se o caso for de motorista recém habilitado forem terceiros, há alguns passos a serem tomados. Primeiramente, se o outro motorista for isento de culpa, acione o seu Seguro normalmente e prossiga com os passos normalmente para que seu automóvel seja retirado e os métodos sejam feitos corretamente. Porém, caso contrário, se ele for culpado, existem algumas questões a serem analisadas antes, contanto que o mesmo esteja com a sua documentação em

mãos (mesmo que seja carteira provisória), converse e chegue em uma conclusão de forma sensata, confira se o mesmo possui um Seguro (se o mesmo está inserido de forma correta) ou se as despesas serão feitas por ele mesmo. Caso esteja inserido em um Seguro, acompanhe as etapas e garanta que serão feitas corretamente e os direitos não serão perdidos mesmo que seja um motorista recém habilitado. Caso seja feito do bolso do próprio motorista, acompanhe e exija que seja na sua Oficina de confiança e que todos as notas fiscais e necessidades sejam atendidas.

Ser um motorista recém habilitado não isenta o mesmo, ou você, de ser responsável pelos atos, mesmo que a carteira seja provisória, o motorista já está aprovado e inserido no sistema e deve tomar o dobro de cautela pois qualquer infração grave ou média pode causar a perda da carteira, necessitando todas as etapas de obtenção da mesma novamente. Mas, quando se trata de Seguro, os mesmos devem oferecer o mesmo auxílio e garantia de serviços, mesmo que o preço seja variável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *