O foco da Seguradora é no conserto?

Antes de contratar uma Seguradora, verifique o Ranking
27 de fevereiro de 2020
Cuidado com os “espertinhos”. Fique atento aos seus direitos!
17 de março de 2020

O foco da Seguradora é no conserto?

O foco da Seguradora é no conserto?

Se você está pensando nas possibilidades de uma contratação de serviços de uma Seguradora, é importante ter um conhecimento básico sobre o que é protegido, cobrado, e inclusivo nos pacotes. A obtenção desse serviço não é algo que deve ser feito de maneira rápida e sem antes fazer parâmetros e planejamentos, pois trata-se de um investimento que envolve questões que devem ser analisadas e escolhidas de maneira correta.

Existem muitas opções de empresas Seguradoras que oferecem uma variedade de serviços e pacotes, podendo se divergirem de acordo com o modelo do automóvel e as necessidades que os proprietários possuem, nem sempre todos serão equivalentes, e principalmente quando trata-se dos valores a serem cobrados pelos serviços.

Por isso é importante uma análise sobre as suas condições e o que isso implicaria no momento de uma situação de emergência, quanto mais alto for o valor do carro, maior será o valor cobrado numa manutenção e consequentemente, maior será o valor do seguro. Assim também funciona quando se trata de uso recorrente do automóvel (ou seja, mais riscos de acidentes e roubos) e assim sucessivamente. Cada peculiaridade que envolve seu perfil pode ser pesado na hora do contrato.

 

Termos utilizados e atendidos pelas Seguradoras

 Na grande maioria das empresas de Seguros, esses termos são abordados e pertencem a pacotes que são disponibilizados para contrato. Cada motorista procura e paga por aquilo que acha que está propenso a necessitar, o que irá compensar o seu investimento constante. Lembrando também que existem graus de perdas e “necessidades” que serão aplicadas nos pacotes.

  • Roubo: Quando o ato do crime foi realizado no momento que o proprietário estava presente;
  • Furto: Quando o ato do crime foi realizado no momento que o proprietário estava ausente no momento do fato;
  • Conserto ou manutenção: São realizados em casos de acidentes ou batidas;

 

  • Danos a terceiros: É um tipo de cobertura destinada a arcar com as responsabilidades e consertos quando trata-se de uma batida ou acidente que no qual o automóvel de terceiros também (ou apenas) sofre;
  • Sinistro: Termo técnico que é destinado quando o seguro é acionado para acidentes, batidas, roubos ou furtos;
  • Perda total: Quando o custo do prejuízo causado no sinistro atinge um número maior que 75% do total do automóvel assegurado;
  • Perda Parcial Quando o custo do prejuízo causado no sinistro atinge um número menor que 75% do total do automóvel

Esses termos são normalizados no mercado de Seguros, mas quando trata-se de um sinistro e de como será a manutenção, escolha da oficina, atendimento do Seguro e mais, pode ser confuso e causar certa insegurança nos consumidores, pois ninguém espera uma emergência e que irá realmente necessitar de acionar o Seguro.

 

O conserto pela Seguradora

A questão do conserto realizado pela Seguradora é o que envolve grande parte das dúvidas dos proprietários quando procuram por algo que seja benéfico para suas necessidades, a grande pergunta é, o conserto é o foco?

A Seguradora sempre deve basear o seu atendimento de acordo com o que foi solicitado e principalmente pelo que foi, e é pago por você. Ou seja, você deve estar ciente do que está incluso nos seus protegidos e acionar quando para atender quando for necessário. Se no seu pacote está incluso o conserto com a Oficina completamente inclusa, você deve pressionar para ter o tal, se você cobriu furtos ou roubos, solicite o seu Seguro nesses casos também.

O foco da Seguradora deve ser atender aquilo que está documentado de maneira mais correta, eficaz e ágil possível. O conserto deve ser determinado pela Oficina, sendo ela de sua escolha ou não, ele deve ser baseado de acordo com a necessidade que o carro irá apresentar, mas, deve sempre estar ciente de que pode haver a perda total e que nem sempre será caso de uma oficina.

Fique atento as avaliações que serão feitas pela equipe, e pela mecânica, e em caso de dúvida, solicite opiniões de diferentes profissionais para que não caia em um golpe de “consertar” algo que não há conserto, em vez de trabalhar da substituição do automóvel. O foco da Seguradora deve ser sempre o conserto de maneira mais honesta, de qualidade e principalmente segura, mas, apenas quando há essa alternativa. Lembre-se que você possui seus direitos e que os mesmos devem ser respeitados enquanto consumidor e empresa, o serviço prestado deve apresentar aquilo que foi demandado, e principalmente pago, sem mais e nem menos, o seu carro faz parte da sua própria segurança, fique atento com as questões que envolvem sua segurança e seu dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *