Por que deve-se evitar andar com a marcha em ponto morto?

Qual a validade dos acessórios dos veículos?
28 de maio de 2020
Como evitar grandes problemas nos veículos que estão parados devido a pandemia?
10 de junho de 2020

Por que deve-se evitar andar com a marcha em ponto morto?

Por que deve-se evitar andar com a marcha em ponto morto?

A compra de um automóvel novo, principalmente quando trata-se de proprietários de “primeira viagem” pode ser um detalhe que abre as portas para um caminho de inúmeras questões, que, para novatos, podem ser novidades extremamente necessárias. Mesmo que para obter a Carteira Nacional de Habilitação, é necessário que sejam realizadas as aulas e provas para então habilitar pessoas a tornarem-se motoristas, ainda sim há alguns detalhes que são adquiridos por experiência ou mesmo que pesquisa específica.

De fato, é sempre importante ter um conhecimento específico sobre assuntos tão relevantes referentes à automóveis, como: trânsito, mecânica, legislação específica do trânsito, dentre outros que envolvem seu veículo. Pois, lembre-se que é considerável saber informações sobre um objeto tão relevante e principalmente, que requer um investimento financeiro e guarda sua segurança nas ruas (além da segurança de terceiros).

Não requer muito tempo e nem um curso profissionalizante para entender sobre o mundo da mecânica e trânsito, uma pesquisa e leitura de alguns artigos é suficiente para possuir uma noção e estar preparado para utilizar seu veículo, e melhor, estar preparado para os futuros problemas que possam vir à ter (afinal, independente de estar preparado, acidentes e colisões são normais).

 

Mitos e verdades sobre veículos

Como qualquer área do conhecimento e utilização no mercado, os automóveis e principalmente seu funcionamento, acompanham mitos e verdades, que são compartilhados de geração em geração, dificilmente investigados e provados, mas sempre é uma questão a ser tocada pela grande maioria de motoristas e simpatizantes.

Mas, sempre existem especialistas para desmentir tais mitos e assumir as verdades que é necessário conhecer e se adaptar. Muitos deles acompanham um detalhe referente ao automóvel, o “Ponto Morto”.

 

O que é marcha em ponto morto?

A ação de ponto morto é quando um veículo com motores com mais de dois tempos conta com diferentes torques, sempre realizados pelo motorista de maneira voluntária. Possibilitando que seja colocado em “ponto neutro” ou o termo mais popular “ponto morto” (que trata-se da ausência de “engate”, “atuação” do motor). Normalmente o mesmo é utilizado para situações no qual o carro encontra-se parado, sem movimentos.

 

Por que é necessário evitar andar com a marcha em ponto morto?

Primeiramente, é importante entender qual a principal utilidade do ponto morto, que basicamente, é utilizar em momentos nos quais o automóvel encontra-se parado, sem movimento. Entretanto, algumas pessoas utilizam de maneira a benefício próprio e “economia” do veículo, porém, é considerado um erro gravíssimo e existem alguns  motivos  nos  quais  serão  ressaltados  neste artigo.

  • É ilegal: De acordo com o Artigo 231, referente ao Código Brasileiro de Trânsito, utilizar o automóvel em movimento com a marcha em ponto morto prevê uma multa no valor de R$ 130,16, além de perda de quatro pontos na carteira de motorista;
  • Afeta o motor: O ato de manter o automóvel ligado, mas em ponto morto, estimula o funcionamento do mesmo, mas sem que esteja com o motor devidamente aquecido, diminuindo a capacidade de queima de combustível, com isso, os resíduos acumulam-se na parte interna do motor, prejudicando sua performance (além de gerar acumulo de água no catalisador, diminuindo a vida útil do escapamento);
  • Pode travar o sistema de marchas: Com a prática frequente desse método de “ponto morto”, a lubrificação pode ser cessada, prejudicando o sistema, e travando as marchas e seu funcionamento correto;
  • O mito de economia de combustível: Muitas pessoas tendem a acreditar nesse mito, de que deixar em ponto morto mesmo que ligado, terá economia de combustível, segundo métricas, o consumo estimado de um automóvel parado com a marcha em ponto morto é de 2 litros por hora, podendo gerar um desperdício de 800 litros por Em contrapartida, uma dica valiosa que realmente é capaz de economizar combustível em automóveis, é a troca do seu filtro de ar do motor, especialmente quando trata-se de resultados a longo prazo, trocando o original por um filtro especial (Os poros não ficam entupidos de poeira e a passam do ar torna-se mais fácil, evitando o consumo exagerado do combustível);
  • Desgaste de freios: Quando há o ato de descer ladeiras e ruas em movimento, mas com o ponto morto, é bem provável que há longo prazo os freios do veículo sofram desgaste, vindo a necessitar de reparos e consequentemente, um prejuízo altíssimo para a manutenção;
  • Riscos de acidentes, insegurança: Por fim, mas não menos importante, utilizar o automóvel em ponto morto, mas em movimento, enfatiza riscos de acidentes e colisões. Por exemplo, um veículo em alta velocidade, em uma ladeira, sem estar devidamente engatado, pode impedir que os freios sejam acionados, levando muito mais tempo para diminuir a velocidade (principalmente quando encontra-se em alta velocidade) causando assim até acidentes fatais, para parte do motorista, e terceiros.

 

Conclusão

Com isso, é sempre importante investigar mitos e verdades que são estabelecidas em qualquer área de mercado, da vida, e principalmente de detalhes que são cruciais para sua própria segurança e investimento financeiro, como seu automóvel. É necessário “perder” uns minutos do seu dia investigando e estudando, mesmo que o básico, sobre esses detalhes que envolvem uma situação tão importante e relevante. Acompanhe artigos e pesquisas relacionadas e esteja sempre ciente do que é legalizado, viável de uso e principalmente seguro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *