Como evitar grandes problemas nos veículos que estão parados devido a pandemia?

Por que deve-se evitar andar com a marcha em ponto morto?
2 de junho de 2020
O que fazer quando o vendedor de peças automotivas age de má fé?
16 de junho de 2020

Como evitar grandes problemas nos veículos que estão parados devido a pandemia?

Como evitar grandes problemas nos veículos que estão parados devido a pandemia?

A transformação e variação da realidade pode ser uma forte influência nas demais situações, desde rotineiras, até as programações. Uma crise, um período de estação (climático), situações de risco, e até mesmo, uma pandemia mundial, são capazes de modificar eventos que anteriormente, jamais seriam interrompidos ou mesmo que “abandonados”. Devido a isso, é sempre relevante estar ciente e preparado para se adaptar a tais períodos.

Uma das situações no qual grande maioria das pessoas não esperavam e principalmente não estavam preparadas psicologicamente, financeiramente e para as modificações de suas ações rotineiras, foi o surgimento de uma pandemia mundial. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), uma pandemia é uma disseminação mundial de uma nova doença, renomeando o termo “epidemia”, após um grande surto da mesma em diferentes regiões e continentes do mundo.

E é uma pandemia que está presente na realidade de praticamente todo o mundo, desde o início do ano de 2020, o COVID-19. O vírus teve seu surgimento em 31/12/19, após casos registrados na China, provocando a doença “Corona Vírus” que causa infecções respiratórias, além dos sintomas: tosse, febre, coriza, dor de garganta, dificuldade de respiração e outros. O seu método de transmissão é o maior problema que o mesmo possui, pois é feita através de contato próximo, toques, gotículas de saliva, espirro, tosse, objetos e superfícies contaminadas e catarro entre pessoas contaminadas. O mesmo tende a ser mais prejudicial e trazer resultados graves (além de óbito), para pessoas que possuem imunidade baixa, doenças crônicas e idosos.

Devido a isso, as rotinas da maioria das pessoas foram completamente transformadas, interrompidas, trabalhos, escolas e universidades com afastamento, ou melhor dizendo, uma quarentena mundial. A facilidade de transmissão desse vírus fez com que alguns países adotassem um período de quarentena, no qual evitaria aglomerações e assim impediria o máximo de contagio do vírus. Com isso, algumas situações prejudiciais vieram a surgir com essa “pausa” no mundo.

 

Veículos parados em diferentes situações

Muitas situações fazem com que veículos fiquem “guardados” na garagem, muitas vezes sem funcionamento nenhum. Desde a utilização desenfreada e prática de Uber, aplicativos de carona, meios gratuitos de locomoção (bicicleta), carros compartilhados, ônibus, metros, entre outros, são as que estão presentes na rotina, que podem impedir a utilização de um carro (além da questão financeira, que não será abordada). Desde esses períodos normais, é importante já estar preparado para lidar com os resultados de “largar” o automóvel parado na garagem.

Mesmo que seja mais benéfico, econômico e necessário (como na atualidade com uma pandemia) é importante não abandonar completamente seu automóvel, afinal, ninguém quer resultados finais com peças queimadas, molhadas, sem funcionamento, ausência de limpeza interna, dentre outros, principalmente nesse período no qual ao final de toda essa quarentena, muitos irão fazer viagens, encontrar amigos e familiares, e o principal, retornar a suas vidas normais.

 

Dicas para evitar problemas com veículos parados

Como já foi dito, essas são dicas que devem estar presentes não apenas nessa crise de saúde pública, mas sim em qualquer momento que seu carro fará uma grande pausa de uso. Leia com atenção e grave as dicas para ter mais cuidado e precauções com seu automóvel. E caso seja possível e necessário, realizar manutenções em uma Oficina, com um “Checkup” (mas apenas quando houver a liberação do fim da quarentena!).

Primeiramente, o início para manter tudo funcionando normalmente ou mesmo que evitar o mínimo de prejuízos ao fim da quarentena, é iniciar por manter a limpeza, organização, e até pintura se necessário. Não deixe que o mesmo aparente estar abandonado e principalmente que sofra as consequências que a ausência de limpeza causa (principalmente interna). Lembre-se de impulsionar o funcionamento dos limpadores de para-brisa, pois em um período de pausa muito extenso, os mesmos tendem a se deformar em contato com o vidro, então quando for realizar a limpeza externa do automóvel, use também os para-brisas.

A limpeza também é importante não apenas no automóvel, mas sim em toda a localização que ele ocupa, seja em uma garagem particular ou compartilhada, lembre-se de garantir que a mesma esteja limpa, bem coberta (para evitar modificações que o clima tende a gerar), ventilada, mas que seja longe de qualquer forte participação do sol. Caso necessário, providencie uma capa forrada para “encapar” seu automóvel e  garantir  que  não  haja exposição ambiente. Como a situação é de um período indeterminado que estarão parados, é importante trocar o óleo do motor e filtros, sempre baseando- se no tempo que estará parado.

Um automóvel padrão suporta até 15 dias sem o seu motor ser ligado, por isso, é sempre importante entre esses períodos, fazer uma ligação de cerca de 10 minutos, ou em casos de automóveis “sensíveis”, recomendados pelo fabricante e que possuem uma necessidade explícita, ligar 1 vez por semana, sempre em ambientes abertos.

A bateria também é um detalhe que preocupa grande parte dos motoristas, pois é um item sensível e de extrema importância. Quando trata-se de uma bateria de alta tensão, é importante mantê-las recarregadas, ou, não permitir que cheguem abaixo de 50% em um período de 6 meses. Mas, em períodos indeterminados como de uma quarentena, desconecte a bateria e evite o gasto incontrolável com relógio, rádio ou eletrônicos.

Pneus e mangueiras também são peças de um automóvel que tendem a sofrer quando os mesmos estão há muito tempo sem seu funcionamento normal. Os pneus quando estão muito tempo estacionados, tendem a ficarem deformados, causando uma grande dor de cabeça para a troca, por isso, utilize a pressão indicada no manual para carga mínima (além de uma dica para evitar que fiquem quadrados, é mantê-los sobre cavaletes). Enquanto as mangueiras, é importante impulsionar o funcionamento das mesmas, mesmo que esteja parado, para evitar ressecamento e rachaduras (o ar condicionado quando ligado por 30 minutos a cada 15 dias, auxilia em manter também as mangueiras).

 

Conclusão

Essas são dicas simples e práticas que vão garantir que seu automóvel saia ileso desse período tão problemático e assustador. É claro que existem riscos com a saúde e é por esse fator que é muito importante que todos sigam perfeitamente as recomendações médicas e permaneçam respeitando a quarentena. Mas, não abandone completamente seu veículo, mantenha-o com o máximo de cuidados que for possível e garanta que esteja em um funcionamento normal quando tudo chegar ao fim. E, para maior certeza de validação, quando tudo for liberado e estar seguro, faça um Checkup em uma Oficina de confiança e monitore o funcionamento de seu automóvel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *