Como escolher as melhores peças de reposição para o seu veículo

Como identificar se as peças utilizadas em seu automóvel são de qualidade
1 de julho de 2020
O que é depreciação do veículo?
16 de julho de 2020

Como escolher as melhores peças de reposição para o seu veículo

Possuir um automóvel próprio é o motivo de realização de muitos brasileiros, seja por investimento, em parcelamento, ou mesmo que um presente vindo de um conhecido querido.

É um custo muito além da maioria dos itens que são de uso constante, pois, além de ser um desejo, na atualidade é um item de extrema necessidade, levando em consideração crescimento de cidades e globalização de metrópoles e grandes capitais.

Além de também levar em consideração a segurança, liberdade, economia, acessibilidade e praticidade que um automóvel proporciona. Mas, não são apenas benefícios e vantagens que o veículo tende a proporcionar, alguns gastos e manutenções são necessárias para a própria segurança do proprietário, de terceiros, para permanecer na legalidade referente a regras e normas de trânsito, e mesmo que para evitar gastos maiores em um tempo futuro.

Entretanto, é necessária uma busca com muita atenção e pesquisa para descobrir as melhores oficinas, seguradoras e fornecedores de peças para garantir a melhor performance do veículo e da própria manutenção realizada. 

Na atualidade é muito mais fácil e acessível realizar pesquisas e procurar por empresas e profissionais que atuam de forma ética, legal e que tenha um preço referente ao serviço e fornecimento de peças.

O mercado é vasto em opções e principalmente quando trata-se de variedade de marcas para peças e itens de necessidade de um automóvel, com muita atenção e cautela, é possível garantir uma boa compra, e permanecer coerente com todas as necessidades de um carro. Neste artigo, serão abordados métodos de como escolher e definir as melhores peças para reposição e manutenção para seu veículo. 


O que são classificadas como “peças de reposição”? 

As peças de reposição são classificadas como peças que possuem a funcionalidade em um momento de necessidade de uma substituição de determinado componente do veículo, podendo também ser necessitada em momentos de manutenções, baixa performance da peça anterior, e também em casos de fratura ou rompimento de alguma peça ou componente do veículo. 


Qual a diferença entre as peças originais das peças paralelas? 

Distinguir peças e evitar cair em golpes por fornecedores e oficinas de má fé, pode não ser uma tarefa tão fácil e óbvia para a maioria das pessoas, visto que é necessário um básico conhecimento do assunto, ou mesmo que experiência, para diferenciar no primeiro contato.

Existem algumas maneiras de evitar toda essa dor de cabeça com os golpes, entretanto, é sempre importante conhecer os detalhes e diferenciações de ambas as peças. 

As peças originais, também denominadas de peças genuínas, são peças desenvolvidas e fornecidas por montadoras de veículos, sendo as peças utilizadas em veículos novos, também necessárias para modelos específicos (que só aceitam peças da mesma fabricação).

Possuindo então, uma garantia de qualidade e investimento, pois é a mesma que foi utilizada na fabricação. Geralmente possuem selo e marca do fabricante, garantia, documentação original e em sua maioria, um custo mais elevado em relação à média. 

Em contrapartida, as peças paralelas, também classificadas como peças genéricas, são peças que tendem a serem fabricadas e produzidas por outros fabricantes, empresas e fornecedores, possuem um preço mais acessível, prometem a mesma performance, também são utilizadas como itens de reposição, e por serem fabricadas e produzidas por outras marcas, é importante analisar e pesquisar sobre sua performance, durabilidade e referências, principalmente em modelos semelhantes ao modelo do seu automóvel.

Podem ser sim utilizadas e possuírem qualidade, mas, é sempre importante pesquisar, solicitar por referências e principalmente, garantia legal. Evitando sempre investir em peças que possuem valores muito baixos em relação à média. 


Quais são os cuidados a serem tomados antes de escolher uma peça de 
reposição? 

Assim como qualquer peça relacionada a veículos, as peças de reposição também necessitam de muita atenção, cautela e algumas dicas básicas que acompanham as melhores peças. 

Primeiramente, é necessário que escolha um fornecedor, ou uma empresa no qual serão vendidas e fornecidas as peças, que a mesma seja referência e conhecida no mercado, ou seja, que seja uma oficina ou empresa que esteja acostumada com a venda, que as peças são de qualidade, independente de ser original ou genérica.

Se não possuir uma de confiança, faça uma pesquisa na internet ou com conhecidos, veja as referências que a oficina ou loja possui, e procure pela melhor opção a partir de resultados reais, sempre lembre-se de procurar licenciadores e lojas que são oficiais, mesmo que as peças sejam um valor mais elevado, será um investimento de qualidade e segurança. 

Para escolher a peça, primeiramente pesquise sobre a marca. Antes de comprar uma peça, verifique se a marca que está representada na peça é conhecida, se possui legalidades, se possui certificados de qualidade e se a marca produz peças de alta performance (certificados como o ISO, e se tem aprovação no Inmetro).

Em casos de preços muito abaixo da média, é possível que seja pirataria, nesses casos, são possuem documentos e garantias legais, é uma regra e uma dica importante a ser lembrada. O preço sempre determina a qualidade e performance de uma peça, seja ela de reposição, ou para carros 0km, mas, ainda é possível adquirir uma peça mais acessível, ou mesmo que genérica, mas que possui qualidade e garantia. 

Uma dica importante para garantir uma peça de qualidade, é atentar-se se o fornecedor garantirá, além da própria garantia e nota fiscal, também o suporte técnico, que é essencial quando trata-se das peças e suas performances. O suporte é como um auxílio, uma emergência, que deve ser garantido em alguns casos e peças de muita necessidade e alta performance. 


Comprar peças genéricas é cilada? 

As peças genéricas são peças que são consideradas imitações, mas, que podem possuir a mesma performance da original, dependendo sempre do tipo de peça, do tipo da marca, além de depender também do modelo do automóvel. 

Para adquirir uma peça genérica, primeiramente atente-se ao preço, se for muito abaixo da média, a peça tende a possuir uma péssima performance e ainda prejudicar o funcionamento todo do automóvel.

Mas, ainda é possível encontrar peças de qualidade, mas, que não sejam originais, lembre-se sempre de procurar pelos selos de certificação, nota fiscal, garantia, e procurar pela performance e referências que a peça possui, mesmo que seja genérica, a mesma ainda possui suas vantagens e pode garantir uma atuação melhor que a própria original.

Quando trata-se de peças de reposição, tudo é uma questão de pesquisar, analisar pequenos detalhes e ser extremamente cauteloso, afinal, trata-se não apenas de peças, mas sim da própria segurança do proprietário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *